Ataque hacker ao DCO
O ataque ao DCO é, sem dúvida nenhuma, um ataque a todos os povos do mundo, por defender diariamente em suas páginas os oprimidos de todos os continentes de maneira integral
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
7215834850_15d013229e_h
O DCO é o jornal que levanta mais alto a bandeira da Revolução cubana e da luta anti-imperialista | Foto: Walfrido Lopez Rodriguez

O Diário Causa Operária sofreu um ataque sem precedentes na esquerda brasileira no último dia 18 de julho. Mais de 4 mil artigos foram apagados após hackers fascistas invadirem o sistema do DCO.

Esses artigos, elaborados através de um trabalho incansável, contínuo e sistemático de centenas de militantes e simpatizantes, não são quaisquer artigos. São materiais de denúncia, agitação, propaganda e análise acerca dos temas mais importantes da política nacional e internacional, do movimento operário e de todos os setores oprimidos da população.

Cada um dos mais de 4 mil artigos deletados nessa ação contrarrevolucionária representa um instrumento em defesa dos interesses dos oprimidos do Brasil e de todo o mundo. Um instrumento que foi destruído por criminosos fascistas.

Grande parte dessas matérias, sendo o DCO um diário internacionalista, é a respeito da luta mundial da classe operária. A luta dos trabalhadores do mundo todo contra a burguesia mundial, o imperialismo. Portanto, de denúncia, principalmente, das agressões imperialistas contra os povos e das burguesias de cada país, a serviço do imperialismo, contra suas populações.

Nosso diário, além de defender qualquer povo contra o imperialismo, por convicções ideológicas, também tem especial simpatia e interesse pelos processos revolucionários e populares de Cuba e Venezuela. Devido a isso, um dos papéis do DCO é denunciar os ataques imperialistas contra esses dois países e outro é defender e divulgar as conquistas políticas, sociais e econômicas dos povos dessas duas nações. Um terceiro é combater as mentiras e falsificações produzidas e espalhadas pela imprensa burguesa, adversária ferrenha dos governos populares de Havana e Caracas.

Por esses motivos, um grande número de artigos publicados no Diário Causa Operária trata de Cuba e Venezuela. São raros os dias em que não há nada neste portal a respeito dessas nações. Por isso, o hackeamento do DCO representou um atentado brutal contra a propaganda a favor desses dois processos políticos.

Somente no mês de julho, entre o dia 1º e o dia 18, quando este sítio foi hackeado, nós publicamos 19 matérias sobre a Venezuela e 10 sobre Cuba, entre artigos e notícias. Todas essas matérias foram deletadas pelos delinquentes fascistas, capachos do imperialismo e inimigos da luta desses e de todos os povos.

Todos nós sabemos que tais países, assim como outros que se contrapõem ao domínio imperialista, como Rússia, China, Irã e Coreia Popular – os quais também recebem atenção especial deste diário – são vítimas da frequente e incessante campanha de guerra da propaganda imperialista. E são poucos os veículos que denunciam essa campanha e defendem esses países contra as agressões imperialistas.

Da mesma forma, denunciamos constantemente o massacre permanente sofrido pelos camponeses, indígenas e ex-guerrilheiros colombianos, orquestrado pela ditadura fantoche do imperialismo atualmente comandada por Iván Duque. No mesmo período (de 1º a 18 de julho), publicamos 12 matérias a esse respeito. Todas excluídas pelos hackers.

O Diário Causa Operária, também, é um dos mais intransigentes defensores da causa palestina e denuncista do genocídio promovido pelo regime israelense. É o diário que mais denuncia os ataques desferidos pela direita que tomou o poder por meio de golpes de Estado na América Latina, contra os povos irmãos da Bolívia, do Equador, do Paraguai, de Honduras. Somos árduos defensores das lutas dos povos da nossa América Latina e o ataque fascista que buscou apagar todo o material produzido por nós nos últimos anos representa a tentativa de destruir essa defesa dos povos e denúncia dos opressores imperialistas.

O ataque ao DCO é, sem dúvida nenhuma, um ataque a todos os povos do mundo, ao direito inalienável à sua autodeterminação e à luta pela libertação da classe operária mundial do jugo imperialista.

Sendo assim, pedimos a todos os amigos de Cuba, da Venezuela e da luta anti-imperialista que, da mesma forma como nos solidarizamos e nos colocamos à total disposição para enfrentar as batalhas comuns, também prestem sua solidariedade ao nosso diário.

Morte ao fascismo! Abaixo o imperialismo!

Proletários do mundo, uni-vos!

 

https://www.youtube.com/watch?v=UD8JS8oupis

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas
Sobre o Autor
Publicidade
Últimas
Publicidade
Mais lidas hoje

Nenhum dado até agora.