Pandemia
Segundo o estudo, o número de mortes no estado demora cerca de 15 dias para se confirmar e entrar nos dados oficiais, o que faz com que já possa estar 30% maior
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
ronaldo-caiado-dem-1
Ronaldo Caiado (DEM), governador de Goiás | Foto: Reprodução

Segundo um estudo da UFG, há uma defasagem de até 30% no número de mortes causadas pelo COVID-19 no estado de Goiás. Isso se dá por conta da demora que o estado leva para confirmar e notificar os mortos, o que leva cerca de 15 dias. Sendo assim, o número de 654 mortes deve girar em torno dos 900, número ainda não notificado.

A falta de testes também é outro fator que auxilia para mascarar o número de mortos e infectados.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas