Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
1535196538-9912
|

Da redação – Hoje (27) é o primeiro dia de ditadura militar na Ucrânia, após o parlamento do país aprovar o decreto presidencial que impõe a lei marcial por 30 dias.

O ministro de Infraestruturas, Vladimir Omelian, ordenou o reforço e controle militar de estações ferroviárias, aeroportos, portos e outras infraestruturas, segundo a agência russa Sputnik News.

A lei marcial está sendo implementada em dez regiões do país. De acordo com a proposta aprovada pelo parlamento, as regiões sob controle militar são as de fronteira com a Rússia (no Nordeste do país, acima do Donbass, onde Donetsk e Lugansk declararam separação do resto do país e vivem uma guerra civil contra Kiev).

Outras duas regiões que estão sob lei marcial são a fronteira com a Transnístria (entre Ucrânia e Moldávia) e ao longo das costas dos mares Negro e de Azov (onde houve o incidente com os navios ucranianos capturados pela Rússia).

A lei marcial imposta na Ucrânia é o desenvolvimento do golpe de Estado de 2014, que derrubou um governo nacionalista e que colocou no poder a extrema-direita. Atualmente, há um amplo movimento fascista no país, promovido pelo imperialismo contra a Rússia, que impôs uma ditadura ao aniquilar a esquerda e o movimento popular.

Com a lei marcial, a ditadura se aprofunda ainda mais.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas