Crise atinge em cheio o setor
A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) estima que o turismo brasileiro deva perder 727,8 mil postos de trabalho e um prejuízo de R$ 87,79 bilhões.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
turismo (1)
Setor do turismo é fortemente prejudicado com a crise | Foto: Reprodução.

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) estima que o setor brasileiro do turismo deva perder 727,8 mil postos de trabalho e um prejuízo de R$ 87,79 bilhões em decorrência da crise econômica e as medidas adotadas por causa da pandemia do Coronavírus.  O isolamento social, fechamento de comércios, fronteiras e a diminuição do número de voos feitos pelas empresas aéreas impactaram diretamente o setor, e não há uma perspectiva de melhora no cenário para a recuperação daquilo que já foi perdido.

São Paulo e Rio de Janeiro concentram mais da metade do prejuízo nacional acumulado, chegando a soma de R$44,25 bilhões, onde a taxa de cancelamento de reservas nessas localidades chegou a ser maior que 90%.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Relacionadas