Ditadura do Judiciário
Estatísticas do TSE mentem: PCO foi o partido de esquerda que mais cresceu no último ano
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
pco
Partido da Causa Operária | Diário Causa Operária

Dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) indicam que a maioria dos partidos diminuíram em número de filiados no período do ano de 2019. Mente, no entanto, ao incluir o Partido da Causa Operária entre os que tiveram redução. 

Segundo as estatísticas, partidos de direita tiveram um aumento expressivo, como o PSL e Patriotas com aumentos de 228% e 44% respectivamente. Da esquerda, citam o Psol com um aumento de 22%. Em tese, o Psol seria o partido de esquerda que obteve o maior crescimento. 

O levantamento, na verdade, se parece mais com uma propaganda da direita e da extrema-direita. Querem demonstrar que a direita cresceu enquanto a esquerda diminuiu de tamanho. 

Em primeiro lugar, deve-se levar em consideração que o TSE sabota os partidos de esquerda. Há tempos este Diário denuncia que o Tribunal “rouba” filiados do PCO. Em diversas ocasiões simplesmente sumiram dos registros cidadãos que haviam se filiado ao Partido, chegando ao absurdo de militantes partidários antigos terem seus registros cancelados ou simplesmente apagados sem explicações. 

A burocracia para realizar uma simples filiação é imensa. Isto é, criam mecanismos para impedir o crescimento de partidos que não possuem grandes aparatos financiados pela burguesia ou pelo Estado. Criaram um sistema, e vão piorando com o passar do tempo, pensado para dificultar ao máximo as atividades partidárias.

Outro fato que não é abertamente discutido é que algumas legendas de direita fundiram-se obrigadas pela clausula de barreira. É o caso do Patriotas, que se fundiu com o Partido Republicano Progressista (PRP). Sem a fusão não existiria o tal crescimento, o que demonstra que na realidade é um crescimento artificial. 

A estatística diz que o PCO diminuiu em 3,81%. Falso. Na realidade, o PCO teve um crescimento em mais de 50% em relação ao seu quadro anterior de filiados. Decorrente da incansável luta contra o golpe de Estado no Brasil e pelo Fora Bolsonaro que o PCO levou a frente milhares de pessoas buscaram sua integração ao Partido.

Levando esses dados em consideração pode-se afirmar que, efetivamente, o PCO foi o partido de esquerda que mais cresceu.

Outro fato que demonstra esse crescimento é o quadro deste ano até o mês de agosto, mesmo diminuído pelo TSE, de filiados atuais, que mesmo com o ano ainda em curso, o Partido já cresceu cerca de 20%. 

Se somarmos outros dados, como por exemplo o número de cidades em que o PCO lançará candidatos, teremos outro dado que demonstra o crescimento do Partido. Em relação a 2016, esse número teve um aumento de 74%. 

Esses dados mencionados referem-se apenas ao número de filiados e não contam o crescimento da militância, que é o fato mais importante e mais relevante no crescimento do Partido. 

Por fim, a filiação é um ato partidário interno, os tribunais, o Estado não tem que saber quem são os filiados de determinado partido. O que ocorre é que o Estado praticamente controla toda vida partidária, determina as regras de organização, determina os gastos, quer controlar o dinheiro que esse partido recolhe (mesmo não tendo o partido recebido verba pública) e até mesmo cancelar o registro de qualquer partido no momento em que a burguesia quiser. 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas