TSE julga hoje candidatura de Lula, em sessão extraordinária marcada às pressas

lula4

“Lula não deverá ser candidato. Se for candidato, não deverá ser eleito. Se for eleito, não deverá governar”. Essa é a máxima que tem regido todo o comportamento da direita golpista. Eliminar Lula do Regime Político é uma prioridade cada vez maior na medida em que as eleições se aproximam.

O primeiro grande passo para sabotar a candidatura de Lula já foi dado: prenderam o maior líder popular do país sem provas e sem ser julgado em terceira instância. O segundo grande passo está prestes a ser dado: o TSE deve julgar hoje o registro da candidatura do ex-presidente.

Se julgado hoje o registro, será um julgamento completamente anormal – assim como tudo após o golpe de Estado. O julgamento foi marcadp às pressas, em sessão extraordinária, justamente para evitar qualquer preparação do movimento de luta contra o golpe.

Todas as manobras que vêm sendo feitas mostram claramente que o TSE, bem como o STF, já estão definidos em relação ao caso Lula: ele não pode ser candidato. Assim, a única forma de garantir o ex-presidente é através da mobilização revolucionária dos trabalhadores.

O julgamento ainda não está confirmado, mas mesmo que acontece ainda cabem recursos da defesa do ex-presidente para reverter qualquer decisão. O objetivo da imprensa golpista é dar a entender que Lula pode sair da disputa presidencial de maneira sumária, algo que em termos legais não pode acontecer. Mas se acontecer haverá grande revolta popular.

Liberdade para Lula! Lula ou nada!