Derrubar Bolsonaro nas ruas
A chapa da esquerda pediu uma investigação sobre os outdoors colocados por apoiadores de Bolsonaro nas eleições. Porém, é fato que a questão fundamental era a perseguição à Lula
bolso1 (1)
Outdoor de Jair Bolsonaro no interior da Bahia foi questionado pela Rede Sustentabilidade | Foto: Facebook
bolso1 (1)
Outdoor de Jair Bolsonaro no interior da Bahia foi questionado pela Rede Sustentabilidade | Foto: Facebook

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ordenou ontem (23) o arquivamento de uma das dezenas de ações que pedem a cassação da chapa golpista, Jair Bolsonaro é Hamilton Mourão. O processo girava em torno de um suposto abuso de poder econômico durante a campanha eleitoral de 2018.l

A Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) auxiliada pela coligação O Povo Feliz de Novo (PT/PCdoB/Pros) defendia que o presidente e seu vice, teriam sido beneficiados pela irregular instalação de outdoors em pelo menos 33 municípios de 13 estados brasileiros no período pré-eleitoral, e assim,  além de ilegal, a medida

teria comprometido o equilíbrio do pleito.

​O Ministério Público Eleitoral (MPE), identificou 179 outdoors instalados por dezenas de contratantes em 25 estados. No entanto, o relator da ação, o ministro Og Fernandes, considerou que não houve “comprovação inequívoca da gravidade”, sendo acompanhado pelos ministros.

Relacionadas
Send this to a friend