Siga o DCO nas redes sociais

Trump propõe jogar bomba atômica em furacão
Donald_Trump_official_portrait
Donald_Trump_official_portrait

Não bastasse os discursos políticos extravagantes, a prepotência e o topete ridículo, Trump revela porque é tão admirado pelo capitão boçal (Bolsonaro) e tira da cartola uma ideia magnífica: por que não jogamos uma bomba no olho do furacão?

De acordo com o sitio de notícias Axios, quando perguntado sobre a ameaça de furacões, o presidente teria dito: “Eu entendi. Deixa comigo. Por que não os matamos?” A situação ocorreu em meio a uma reunião com autoridades de segurança nacional acerca da ameaça de furacões.

“Eles começam a se formar ao largo da costa da África, enquanto eles estão se movendo através do Atlântico, deixamos cair uma bomba dentro do olho do furacão e isso a perturba. Por que não podemos fazer isso?” indagou o presidente.

O discurso de Trump revela uma profusa estupidez. É fato, no entanto, que na cadeira presidencial dos EUA tenha passado inúmeros sujeitos da mesma estirpe, mas Trump tem disputado o primeiro lugar desde que abriu a boca pela primeira vez após suas eleições.

Leia Também  Mais um ex-guerrilheiro é assassinado na Colômbia

Mais do que uma característica pessoal, a estupideza de Trump revela o caráter improvisado de seu governo, uma vez que ele (da mesma como se deu como Bolsonaro, anos depois) não era o candidato preferencial dos setores mais poderosos do imperialismo norte-americano (como os bancos, a indústria bélica e do petróleo) que apoiavam a candidata do Partido Democrata, Hilary Clinton, derrotada pela imensa rejeição popular de sua politica de massacre contra os povos oprimidos, dentro e fora dos EUA.

 



0 Shares
Share via
Copy link