EUA tem 105 mil mortos
Em discurso nesta sexta-feira (5), o presidente Donald Trump comentou a situação brasileira e disse que se o país agisse como o Brasil, teriam chegado aos 2,5 milhões de mortos.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
2020-06-05t153907z-548185666-rc233h90cyx9-rtrmadp-3-usa-economy-trump
Presidente Donald Trump em discurso. | Foto: Reuters/Kevin Lamarque

Em meio aos protestos e a situação crítica que vive os Estados Unidos, Donald Trump em discurso nesta sexta-feira (5) disse que “salvou” pelo menos um milhão de pessoas ao fechar o país em meio a crise do Coronavírus, mesmo o país sendo recordista em número de mortes, que já ultrapassam os 105 mil, e também comentou sobre a situação brasileira e o verdadeiro descaso que está acontecendo com os trabalhadores também em nosso país.

“Se você olha para o Brasil, eles estão num momento bem difícil. E, falando nisso, continuam falando da Suécia. Voltou a assombrar a Suécia. A Suécia também está passando por dificuldades terríveis. Se tivéssemos agido assim, teríamos perdido 1 milhão, 1,5 milhão, talvez 2,5 milhões ou até mais”, disse o presidente, mas ignora que assim como o Brasil, nas últimas 24 horas o país também registrou mais de mil mortes pela doença.

Tanto no Brasil quanto nos Estados Unidos, os trabalhadores estão sendo vítimas de políticas altamente genocidas que os colocam em situação completamente vulnerável a fome, pobreza, doenças, além das repressões sofridas pelos aparatos burgueses, e isso é explicitado pela revolta dos manifestantes que estão saindo ás ruas, mesmo com a pandemia ainda em curso.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas