Trump cacela reuniao com kim jong un

NKOREA-US-SKOREA-DIPLOMACY

O Presidente dos Estados Unidos da América, Donald Trump, decidiu cancelar a reunião marcada com o presidente norte-coreano, Kim Jong Un. A tensão entre os dois países, que já era enorme, tem tendência a aumentar ainda mais após o cancelamento desta reunião. Sobretudo, após o golpe nefasto efetivado pelo imperialismo, que esperou a Coréia do Norte destruir suas instalações de fazer teste nuclear, ao pedido dos americanos.

Em carta para Jong Un, Trump disse que o motivo era a “extrema hostilidade aberta de Pyongyang”. E ainda ameaçou a Coréia do Norte, dizendo que suas armas nucleares são “poderosas e massivas”. Isso revela todo o jogo sujo por detrás da política imperialista dos norte-americanos.

Isso serve de lição geral para a esquerda: nunca deve-se tentar negociar com o imperialismo; os monopólios capitalistas, que são a raiz do imperialismo, são salafrários capazes dos golpes mais baixos para conseguirem o que querem. No caso da Coréia do Norte, Kim Jong Un, já havia percebido que algo não ia bem com esse “acordo” quando os americanos iniciaram um treinamento militar com o exército sul-coreano. Agora ficou claro.