President Donald Trump Press Conference, Rose Garden, Washington DC, USA - 14 Jun 2019
|

Da redação – Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta segunda-feira (24) que irá realizar novas sanções. Desta vez contra o líder do Irã, aiatolá Ali Khamenei.

Segundo o presidente imperialista, isso ocorre por conta de uma suposta ameaça nuclear vinda do Irã. Trump afirmou que novas regras vão impedir os iranianos a terem acesso a instrumentos financeiros.

Trata-se de um cinismo de Trump para prejudicar a economia do país árabe. Os EUA foram os únicos a utilizar armas nucleares contra população humana. Portanto, não tem nenhuma moral para acusar os outros de procurarem obter armas nucleares.

Principalmente quando o país mais violento e bárbaro do mundo, os EUA, têm em sua posse a maior quantidade de armas nucleares do globo terrestre, a aquisição de armas nucleares é primordial para a defesa da soberania dos países atrasados.

Porém, não parece ser objetivo da burocracia iraniana a aquisição de tais armas. Quando anunciaram que iriam ultrapassar o limite do acordo nuclear obre a produção de urânio enriquecido para usinas nucleares, a intenção (ao que tudo indica) é de desenvolver a economia do país – intensificar sua industrialização.

A tensão entre os dois países tem aumentado e inclusive, entre quinta-feira (20) e sexta-feira (21) passadas o imperialismo norte-americano quase bombardeou o país do Oriente Médio, após este ter derrubado um drone norte-americano que se encontrava em seu território.

O que vale ressaltar, entretanto, é que a ofensiva do imperialismo contra o Irã faz parte do mesmo processo golpista que está sendo impulsionado nos últimos anos, na Ucrânia, no Brasil, na Venezuela, no Egito e assim por diante. Querem tomar conta do país e realizar uma política de terra arrasada. Por isso, é preciso exigir: Fora o imperialismo do Irã e de todo o Oriente Médio!

Relacionadas