Menu da Rede

Antônio Carlos Silva

"Toda licença em arte"

Trótski e a luta por uma arte livre e revolucionária

A principal contribuição do marxismo para a arte e a cultura foi dada pelo revolucionário russo, Leon Trótski

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Hoje completam-se 80 anos da morte do grande revolucionário russo, Leon Trótski, assassinado de maneira covarde por um agente stalinista em seu exílio no México. O Partido da Causa Operária prepara uma série de homenagens a Trótski, lembrando sua vida e sua obra teórica e o seu legado revolucionário.

Gostaria aqui, nessas breves linhas, destacar um aspecto da obra teórica de Trótski que representa uma verdadeira preciosidade: a produção do revolucionário russo como crítico e teórico da literatura e da arte.

Os marxistas sempre tiveram muito apreço pela produção cultural da humanidade. No entanto, em geral, no calor da luta política e das polêmicas ideológicas, os marxistas tiveram poucas oportunidades, embora riquíssimas, de se debruçar sobre os problemas da arte e da literatura.

Leon Trótski, defrontado com polêmicas no interior do movimento, acabou elaborando o que de mais rico e completo o marxismo produziu sobre o tema da cultura.

Sua principal obra sobre arte, “Literatura e Revolução”, defende qual deve ser a política do partido revolucionário e do Estado operário em relação à arte. Defende a arte socialista e os artistas revolucionários, mas estabelece que não cabe nem ao partido nem ao Estado impor as formas dessa arte.

Mais tarde, já no exílio no México, debatendo com as concepções reacionárias impostas pela burocracia stalinista, Trótski, em debates com o surrealista francês André Breton e o muralista mexicano Diego Rivera, desenvolve as premissas do que pode ser considerado o programa do partido revolucionário para a arte e a cultura. No “Manifesto por uma Arte Revolucionária e Independente”, escrito por ele e por Breton, está a defesa intransigente de uma arte livre e portanto revolucionária, que não está submetida nem à ditadura fascista nem tampouco às pseudo-democracias imperialistas, denunciando também as tentativas da burocracia stalinista de impor aos artistas um modelo de arte.

Segundo o próprio Breton, Trótski era tão radical em seu espírito que superou em consciência libertária o próprio Breton: “diante do projeto onde eu tinha formulado: ‘toda licença em arte, exceto contra a revolução proletária’, foi o camarada Trótski que nos preveniu contra os novos abusos que se poderiam cometer com este último membro da frase e o riscou sem hesitação”.

“Toda licença em arte”, diz o manifesto. E essa formulação é o que deve guiar todos aqueles que têm na arte uma atividade libertadora. Tal afirmação é mais atual do que nunca. Setores da esquerda, influenciados pelo conservadorismo, defendem formas de luta incompatíveis com uma ideologia libertária, marxista. Qualquer pretexto é usado para calar e censurar. A ideia de que deveria haver limites para a liberdade de expressão, como defendem vários setores da esquerda inclusive que se reivindicam trotskistas, é contrária ao marxismo.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores
O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Cultura

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.