Protestos nos EUA
Foi detectada a presença do coronavírus em diversos soldados que foram enviados para reprimir manifestantes.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
army demonstration
Soldados dispersando manifestantes em Washington, DC | Foto: Jim Watson/AFP/Getty Images

Foi detectada a presença do coronavírus em soldados enviados a Washington para reprimir os manifestantes que protestam contra a violência da Polícia norte-americana contra a população negra.

Os números exatos de casos positivos em soldados da Guarda Nacional enviados aos protestos não foi divulgado pelo governo norte-americano, que declarou “motivos de segurança” para a não divulgação dos dados.

Apesar de o porta-voz da Guarda Nacional do Distrito de Columbia, tenente-coronel Brooke Davis, ter afirmado que os soldados praticam a distância social e utilizam EPIs em todos os casos em que isso é possível, diversos soldados foram vistos reprimindo as manifestações sem máscaras ou viseiras.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas