Ato em Curitiba
Fabiano, o famoso Trompetista do PT, divulgou vídeo confirmando a sua presença em Curitiba, agradecendo à luta do PCO e chamando a todos para o Ato Nacional pela Liberdade de Lula
Manifestantes na manhã deste domingo (22) realizaram um ato relâmpago no Mercado de Curitiba. Com um trompetista cantaram músicas de apoio a Lula. Foto Gibran Mendes
Fabiano no Mercado de Curitiba. Foto: Gibran Mendes |

Nosso companheiro Fabiano, do PT, o famoso TromPetista sempre presente nas manifestações pela liberdade de Lula, divulgou um vídeo nas redes sociais confirmando a sua presença em Curitiba, no Ato Nacional pela Liberdade de Lula que está sendo organizado para o próximo dia 14 de setembro

O companheiro chama a todos para aderirem às caravanas que sairão do Brasil inteiro em direção à masmorra em que os golpistas ainda mantém Lula, refém de uma prisão política injusta, ilegal e completamente fraudulenta:

“Companheirada, no dia 14 de setembro, a partir do meio-dia, nós estaremos em frente à Polícia Federal, em Curitiba, juntamente com os companheiros do PCO, que estão organizando um grande ato, em defesa do Presidente Lula, da sua liberdade.”

E de fato, é cada vez mais ampla a adesão ao Ato Nacional pela Liberdade de Lula, comprovando o que a maioria já sabe: a luta pela liberdade do ex-presidente é questão central para o combate ao golpe e ao perigo fascista que ronda o país.

Não resta dúvida de que os golpistas querem levar o país a um regime totalmente fechado, sem qualquer participação efetiva da sociedade na política nacional, com o objetivo até mesmo de colocar as organizações populares, os partidos de esquerda e os sindicatos verdadeiramente combativos na ilegalidade. Ou seja, querem varrer do mapa o conjunto das organizações da luta popular: o que Bolsonaro chama de “socialismo”.

Este projeto de destruição das organizações populares só não foi levado avante pela luta efetiva do povo em torno do eixo formado pelas palavras de ordem Fora Bolsonaro e Liberdade Para Lula.

A liberdade do ex-presidente, com a anulação dos seus processos, coloca em questão a própria validade das eleições fraudulentas através das quais os golpistas Bolsonaro, Zema, Doria, Witzel e diversos outros fascistas tomaram o poder.

Cresce o sentimento entre as massas que o fraco e hesitante governo Bolsonaro, por exemplo, não teria condições de se manter no poder se Lula estivesse em liberdade. Não é por outro motivo que Bolsonaro, assim como os militares e demais golpistas, tem tanto receio de ver Lula nas ruas, entre o povo.

Por isso, o PCO continua a chamar a todos para Curitiba no dia 14, em ato que reunirá milhares de companheiros de todo o Brasil, onde estarão os diversos comitês de Luta Contra o Golpe, Comitês Lula Livre, coletivos de todo o país, como o Alvorada, “Sou Vermelho”, Linhas do Horizonte, Pontos de Luta, entre muitos outros, e que a militância petista e de diversos partidos de esquerda certamente se fará presente, em massa.

O PCO agradece às palavras de apoio do TromPetista ao ato e ao partido, e reafirma o seu compromisso, assumido por todos os militante do PCO, de estar ativamente presente nesta luta, que é de todo o povo brasileiro, até que esta Bastilha de Curitiba seja derrubada, com a anulação dos processos golpistas da Lava Jato, libertação do ex-presidente Lula e de todos os presos políticos, para assim colocar Bolsonaro e todos os fascistas para fora do poder, encerrando o golpe através de novas eleições e com Lula candidato.

#LulaLivre #ForaBolsonaro

Relacionadas