Tripla jornada: por causa do salário de fome do PSDB, professores chegam a ter três empregos

radio-escolar-tarauaca1

Os professores estaduais paulistas tem em média um salário inicial de quase 2.000 reais, porém com a defasagem dos vencimentos e os empréstimos que se acumulam na vida dos servidores públicos.

Os professores iniciaram em um primeiro momento o segundo emprego, muitos optaram pelo segundo cargo na prefeitura, particular ou no estado mesmo.

Porém a defasagem dos salários somente tem aumentado e com isso, muitos professores resolveram ter o terceiro emprego.

Atualmente encontramos diversos professores com três empregos, onde a maioria trabalha mais de 16h por dia, muitos estão ficando doentes principalmente quando chega esse período do ano.

A burguesia e sua ideologia da saída individual tem “matado” e adoecido muitos profissionais pelo excesso de trabalho.

Quanto mais se trabalha, mais se perde em qualidade de vida e reduz sua produtividade. Isso é uma falácia pregada pela burguesia para o trabalhador se matar de trabalhar ao invés de lutar por melhores salários através das greves.

Por um salário de seis mil reais para que o professor trabalhe menos e viva melhor. Redução de 25 anos por sala e 20h aulas com aluno e 20h de estudo pedagógico.