Crise no judiciário
Pela segunda vez na semana, uma sentença de Sérgio Moro é anulada por tribunais de instâncias superiores. Desta vez foram inocentados Paulo Ferreira e Roberto Ribeiro Capobianco
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Brasília- DF 30-03-2017  Juiz Sergio Moro durante depoimento na  comissão de reforma do Código de Processo Penal.o Lula Marques/Agência PT
O ex-juiz Sérgio Moro | Foto: Lula Marques

A Oitava Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª região (TRF4) anulou, por unanimidade, uma sentença do ex-juiz Sérgio Moro, que condenava o ex-tesoureiro do PT, Paulo Ferreira e o presidente da empreiteira Construcap, Roberto Ribeiro Capobianco, por corrupção ativa, lavagem de dinheiro e associação criminosa.

A pena atribuída por Moro havia sido de 9 anos e 10 meses de reclusão em regime fechado para Ferreira e de 10 anos de prisão para Capobianco. Em 2016, ambos chegaram a ser presos ilegalmente por um tempo, durante o curso das investigações.

Já é a segunda sentença de Moro anulada nessa semana. A primeira foi na terça-feira, 25, no caso do Banestado, em que Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski consideraram que o ex-juiz agiu de forma parcial.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas