Siga o DCO nas redes sociais

Trem parado de novo!
Trem sucateado do Tucanistão (SP) tem problemas outra vez
A semana começa com pane no monotrilho da zona lesta deixa trabalhadores novamente sem transporte.
Metro SP - doria e alckmin
Trem parado de novo!
Trem sucateado do Tucanistão (SP) tem problemas outra vez
A semana começa com pane no monotrilho da zona lesta deixa trabalhadores novamente sem transporte.
Na foto é tudo lindo. No dia a dia só a população sabe o inferno que é!
Metro SP - doria e alckmin
Na foto é tudo lindo. No dia a dia só a população sabe o inferno que é!

Mais uma semana começa em São Paulo e rotina de panes no sistema de trens já se apresenta pra atormentar a vida sofrida do trabalhador.

Desta vez foi na linha 15 (Prata) do monotrilho da zona Leste, que às 4h40 desta segunda (02/12) já apresentava problemas na rede de energia, provocando lentidão dos trens na estação Oratório e entre as estações Jardim Planalto e Vila Prudente. Também houve problemas no trecho entre as estações Vila Prudente e Camilo Haddad. Segundo a administração do Metrô, o problema só foi resolvido às 06h55.

Logicamente a questão não é a falha técnica em si, nem o tempo de resolução, como sempre quer justificar o governo, como uma falha pontual. Trata-se, na verdade, de um problema de muito tempo e que vem se agravando na cidade e no Estado. O sucateamento do sistema de transporte, que é mais sentido na região metropolitana da capital, pois a demanda é gigantesca. Fica claro que, os mais de 20 anos da administração do PSDB, tem causado um estrago na malha de transportes, deixando a vida da população um verdadeiro inferno.

É preciso lembrar que todos estes anos de falta de investimento e roubalheira da direita, passa ao largo de qualquer responsabilização pelas instituições jurídicas. O maior exemplo é o processo conhecido como Trensalão tucano, o qual escancarava um gigantesco esquema de fraudes e propinas nas licitações do Metrô, ao menos desde 2005 durante os governos Alckmin, mas que foi sumariamente arquivado pelo STJ em 2015 sob a alegação de “prescrição”, mesmo a denúncia tendo sido feita pelo MP somente em 2014, ou seja, arquivamento sem qualquer amparo legal.

Os trabalhadores não aguentam mais tanto sofrimento simplesmente para ir trabalhar e voltar pra casa. Ao contrário do que diz a esquerda cirandeira, a população vive constantemente revoltada com o esmagamento que sofre dia após dia, vivendo numa verdadeira panela de pressão, numa cidade já conhecida por tantos problemas (trânsito, alagamentos, falta de saúde, escolas, violência etc) e que só tem piorado.

Os trabalhadores devem se levantar contra os governos da direita, pedir o Fora Dória e Fora Bolsonaro, extinguindo esse verdadeiro câncer que é a direita no governo de São Paulo.