O Conceito de polarização política

Capturar

Quando a burguesia domina toda a população, ocorre a centralização do poder. Em momentos de crise, em que a população vai para a esquerda, a direita precisa se organizar em modo de resposta. Entenda melhor ouvindo na Rádio Causa Operária (RCO) a explicação:

“Primeiramente, o conceito de polarização política significa o seguinte, quando os setores fundamentais da burguesia conseguem estabelecer um equilíbrio político em sua dominação, existe um movimento para o centro. Por esta razão, a direita gosta de falar que é centro.

O que eles querem dizer é o seguinte: que se deve criar um centro político onde tudo convirja para lá, isso fortalece o estado e cria um bloco de poder. Quando a situação está convergindo para o centro, a situação está dominada totalmente pela burguesia. Pode ser que ela esteja dominada pela política burguesa disfarçada com um governo de esquerda, mesmo assim as massas estão dominadas.

Quando os extremos começam a dominar a política, dizemos que há uma polarização, isso significa que o centro ele foi desmoronando gradativamente até perder seu poder de atração. Na Itália foi isso que ocorreu, lá o centro político era o PD, Partido Democrático (Ex- Partido Comunista Italiano). Na eleição, houve a vitória dos extremistas, do Partido Cinco Estrelas, que é um partido meio aloprado, e o Partido da Antiga Frente Lombarda, que é extremamente fascista. Quer dizer que os partidos do centro e até os partidos de direita mais próximos do centro como era o caso do Berlusconni, perderam a eleição. Há um esvaziamento político e uma polarização, isso está acontecendo em vários países do mundo. A vitória do Trump é um sinal do esvaziamento do centro.

O crecimento da extrema-direita nacionalista europeia também é uma tendência a polarização, o crescimento do partido trabalhista britânico também. Por qual motivo o centro está se esvaziando? Pelo fato de ele ser extremamente anti-popular, como vemos no governo Temer, que lançou uma política neoliberal fracassado, que havia provocado no continente latino-americano a uma situação revolucionária, que levou o PT ao poder.

A política neoliberal já foi rejeitada no continente latino-americano, inúmeras vezes. No caso do mexicanos, falaram abertamente que os partidos tradicionais estão completamente esvaziados. Isso é a tendência a polarização.

Para que não nos enganemos, não há uma isonomia dentro da polarização. Ela tem um lado ativo e um lado passivo, o lado ativo é a mobilização popular, que esvaziou os partidos de centro e deslocou para a esquerda. O lado passivo seria aquele que se organiza na medida em que se organiza a população, que é a extrema-direita.

A polarização é sempre um movimento das massas a esquerda, como este movimento não pode se desenvolver livremente, a burguesia organiza o lado oposto, que é um polo bem mais artificial do que o esquerdo. Em uma revolução acontece isso de maneira extrema, na Revolução Russa ocorreu isso. Em um dado momento, a burguesia procura organizar um polo a direita, com muita dificuldade, depois de o povo se organizar no polo a esquerda.

É importante entendermos isso, para que não entendamos isso de maneira negativa. A polarização é vista até mesmo por parte da esquerda de forma negativa, mas ela é na verdade a forma da população se libertar dos antigos partidos políticos, que é uma espécie de cárcere. Isso é um movimento real e é o que estamos vendo na América Latina.”

Contribua com a Causa Operária TV para que haja uma programação melhor, com mais qualidade visual e mais diversidade de conteúdos. A Causa Operária TV é um esforço do PCO, que se receber apoio dos demais pode ficar cada vez maior.
https://www.vakinha.com.br/vaquinha/contribua-com-a-causa-operaria-tv-fevereiro