O caráter ideológico e político do jogo Suíça e Servia

esporte-futebol-copa-suica-20180622-003

Entenda o caráter político por trás da Copa, apresentado na disputa entre a Suíça e a Sérvia no trecho a seguir da Rádio Causa Operária (RCO):

“Para termos a dimensão do fator político da Copa, estando na Suíça, Rui Costa Pimenta, presidente do Partido da Causa Operária (PCO), fazendo a Análise na Suíça. Ontem foi possível ver a festa da vitória da Suíça na Copa, o povo estava comemorando, carros buzinando na rua, essa coisa toda. Enquanto o povo estava nesta festa, transpareceu na imprensa local e um pouco na imprensa brasileira o caráter ideológico do jogo Suíça e Sérvia.

A Suíça tem dois jogadores naturalizados que são do Kosovo, sendo este inimigo da Sérvia, que é aliada da Rússia. A Sérvia é o que restou da antiga Iugoslávia, que foi implodida pela ação do imperialismo. No final da década de 1970, os bancos que detinham a dívida da Iugoslávia exigiram que se fizesse um plebiscito em vários lugares para ver se mantinha unificadas as Repúblicas pertencentes à Iugoslávia, durante a votação a Croácia se separa, o que põe fim à Iugoslávia.

Na sequência, a Sérvia foi atacada inúmeras vezes pelo imperialismo. Em um primeiro momento houve a guerra entre a Sérvia e a Bósnia, onde os burocratas da Sérvia se envolveram contra os muçulmanos bósnio para evitar que este país se tornasse um enclave muçulmano dentro da Europa. Dentro da Inglaterra e demais países europeus, também há essa preocupação. Neste sentido, a guerra foi feita com o objetivo de aniquilar a população muçulmana com o apoio dos imperialistas. A Sérvia acabou ganhando a fama de país opressor.

A Sérvia lançou a limpeza étnica para exterminar a população Bósnia e também com o estupro em massas para que se criasse uma nova raça, transformando todos em sérvios. A Sérvia fez nesse sentido a mesma coisa que Saddam Hussein fez no Irão, serviu aos interesses do imperialismo e depois se voltou contra ela: dividiu a Sérvia de Monte-Negro, finalmente separou o Kosovo da Sérvia. O Kosovo é uma parte original da Sérvia, o local onde se fundou a Sérvia, um local histórico da história e lugar de fundação da religião ortodoxa da Sérvia.

Ao arrancarem o Kosovo da Sérvia foi uma coisa extremamente negativa para o país, eles conseguiram fazer isso por que a Albânia, país vizinho, tinha uma forte migração e acabou fazendo uma ampla população no local. A questão do Kosovo foi uma obra do imperialismo e a luta que apareceu na Copa é uma propaganda contra a Sérvia mais uma vez. Quem acha que o futebol é neutro, está levando-se por uma fantasia total.

Contribua com a Causa Operária TV para que haja uma programação melhor, com mais qualidade visual e mais diversidade de conteúdos. A Causa Operária TV é um esforço do PCO, que se receber apoio dos demais pode ficar cada vez maior.
https://www.vakinha.com.br/vaquinha/contribua-com-a-causa-operaria-tv-fevereiro