A Força Sindical foi criada pelos patrões

capa-cotv-forca

Entenda o que é a Força Sindical, uma central criada pelos patrões e que está buscando se envolver dentro do movimento de luta contra o golpe para levar os espólios eleitorais do Partido dos Trabalhadores (PT). Entenda por qual motivo não se deve ter uma relação diplomática com os golpistas no trecho a seguir da Análise Política da Semana:

Confira abaixo a transcrição do trecho apresentado:

“Há uma explicação que seria necessária para que a análise não parecesse muito unilateral, a direção da Central Única dos Trabalhadores (CUT) considera que a Força Sindical está dividida. Existe uma ala a favor do Paulinho da Força e outra contrária, isso é fato, sendo que ela pode estar bem mais dividida do que se imagina.
A ala oposta ao Paulinho da Força é em grande medida formal, o representante da Força Sindical discursou no ato do 1° de Maio em Curitiba e foi vaiado, mas ao mesmo tempo se defendia dizendo que não era da mesma ala que o Paulinho da Força Sindical, só que há um detalhe, o Paulinho da Força é o presidente. Toda a Força Sindical é representada pelo Paulinho, o seu presidente. O Partido da Causa Operária (PCO) considera um erro essa política da CUT, pois não é pelo fato de as pessoas estarem divididas que a gente deve ter uma política diplomática com relação a determinada ala.

A Força Sindical está dividida por causa que sua direção é muito direitista, a Força Sindical apoiou o golpe, que foi um ataque muito brutal com os trabalhadores. A relação da Força Sindical com os trabalhadores é uma relação meio abstrata, por que ela não é uma central sindical que organiza movimentos de lula. Ela trabalha na maioria dos seus sindicatos abertamente em favor dos patrões, quem conhece o movimento sindical sabe que é exatamente assim. Ela tem uma base social pequena, que são alguns trabalhadores que se aproximam com o intuito de entrar na direção do sindicato, tudo ocorre pelo fato de estarem no sindicato. Todo sindicato sempre tem um conjunto de pessoas que se aproxima, no caso da Força Sindical é bem menos gente, pois os sindicatos deles são muito mais paralisados do que a média dos sindicatos em nível nacional.

Mesmo nas condições atuais, é evidente que vários sindicalistas estão sofrendo a pressão dos acontecimentos e dos trabalhadores, eles estão com medo da situação que possa ser causada se eles apoiarem as políticas do governo Temer. Logicamente que isso divide a Força Sindical, agora a divisão não é uma questão ideológica, não é que há direções que sejam democráticas, essa pressão vem da base. Esse é o fator fundamental, se a divisão é resultado de uma pressão da base, o que caberia a CUT fazer é aumentar essa pressão para que a Força Sindical rache e não ficar convidando a Força Sindical, dirigida pelo Paulinho, para os atos. Quando você faz isso, ao invés de estimular a diferenciação de opiniões dentro da Força Sindical, o que se faz é impedir essa diferenciação.

Convidar um elemento da Força Sindical para falar no ato de Curitiba, sendo que este elemento se coloca como não alinhado ao Paulinho não resolve muita coisa essa declaração. Caso os militantes não vaiassem a presença, o que aconteceria? A Força Sindical estaria recebendo um passaporte para penetrar no movimento contra o golpe, apesar da Força Sindical ser a favor do golpe. Quando se vaia, o membro da Força que vai lá falar pensa que o negócio está feio, que não pode ficar ao lado do Paulinho. Mas, se isso não ocorre, se é feito o contrário, sem nenhuma pressão, o que acontece? O Paulinho toma conta da ala supostamente dissidente.
A política da CUT é totalmente equivocada, mesmo com todas essas considerações, isso falando da ala oposta ao Paulinho da Força, em falar do Aldo Rebelo que é candidato do Paulino da Força, pois ele é o candidato do Solidariedade. Assim, convidar o candidato do Paulinho para falar no ato é um erro”.

Contribua com a Causa Operária TV para que haja uma programação melhor, com mais qualidade visual e mais diversidade de conteúdos. A Causa Operária TV é um esforço do PCO, que se receber apoio dos demais pode ficar cada vez maior.
https://www.vakinha.com.br/vaquinha/contribua-com-a-causa-operaria-tv-fevereiro