Segue a perseguição da justiça
A justiça eleitoral tenta impedir a candidatura do PCO em São Paulo, usando argumento meramente burocrático.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
antonio carlos
Antônio Carlos, candidato do PCO à prefeitura de São Paulo. | Foto por: arquivo DCO.

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo informou, nesta segunda (26), ter indeferido a candidatura de Antônio Carlos à prefeitura de São Paulo pela ausência de um documento.

Os juízes alegaram que não havia sido apresentada a declaração de homonímia, porém o partido informou que referido documento já estava anexado ao processo, pelo que já está recorrendo da decisão.

Antônio Carlos informou que se trata de “um excesso de burocratismo” obrigando os candidatos a apresentarem documentos que, na verdade, já estão de posse ou conhecimento do Estado.

A candidatura do PCO em São Paulo é mais uma que vem sofrendo ataques da justiça golpista, que tenta impedir as candidaturas do partido em todo o país, como Porto Alegre, Fortaleza, Feira de Santana, Campo Grande, Recife e Curitiba.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas