Siga o DCO nas redes sociais

acidente de trabalho
Tragédia em plataforma de empresa privada que iria explorar o pré-sal
Tragédia em Plataforma para o pre-sal, comandada por empresa terceirizada, que está vindo para a bacia de Santos deixa pelo menos um morto, um cego e mais cinco intoxicados.
plataforma petrobras
acidente de trabalho
Tragédia em plataforma de empresa privada que iria explorar o pré-sal
Tragédia em Plataforma para o pre-sal, comandada por empresa terceirizada, que está vindo para a bacia de Santos deixa pelo menos um morto, um cego e mais cinco intoxicados.
Foto: Stéferson Faria / Ag. Petrobras
plataforma petrobras
Foto: Stéferson Faria / Ag. Petrobras

No transporte da plataforma p 70 que está sendo trazida para o Brasil, mais precisamente para o Rio de Janeiro, houve um acidente onde um trabalhador brasileiro sofreu um acidente e morreu, um ficou cego e outros cinco ficaram em coma por intoxicação alimentar. (Sindipetro-NF – 09/01/2020)

Segundo informações da imprensa, esta plataforma está vindo da China, saiu a poucos dias do estaleiro chinês rumo ao Brasil para operar no pré-sal.

Sabe-se que, na hora do incidente, a plataforma navegava em águas internacionais, nas proximidades da África do Sul e fazendo um desvio na altura de Durban, para que as pessoas intoxicadas fossem atendidas por médicos que chegaram à embarcação de helicóptero. (idem)

O operário terceirizado e as péssimas condições de trabalho

O transporte da P-70 está sendo feito pela holandesa Boskalis, que ainda não se pronunciou sobre o ocorrido na embarcação que traz a plataforma para o Brasil pelo sistema de dry tow (transporte seco).

O que ocorreu com os trabalhadores da plataforma P-70 não é fato isolado na Petrobras, porem, com as medidas impostas pelo governo golpista do Fascista Jair Bolsonaro, quanto à extinção de todas as Normas Regulamentadoras (NRs) que regulamentam, principalmente sobre as questões de segurança e saúde dos trabalhadores, colocam os operários em condições cada vez mais vulneráveis. Na realidade as NRs vieram para legitimar uma prática das empresas terceirizadas , que sempre ignoraram qualquer regra de proteção e segurança de seus trabalhadores.

Uma coisa a mais a se ressaltar diante dessa tragédia é que, em relação ao governo golpista que já entregou parcela grande da Petrobrás e que vem operando uma verdadeira destruição do país, os acontecimentos são tratados de maneira absolutamente banal, ou seja, “mais um acidente”.  São emitidas os comunicados formais de que a Petrobrás está prestando todo assistência necessária às vítimas ou as suas famílias, mas o que importa, acima de tudo, enfatiza a empresa, é que o acidente ocorrido na plataforma P-70 não vai afetar o cronograma de instalação da unidade.