Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
cms-image-000024232
|
Bogotá, 3 abr (Prensa Latina) – Movimentos políticos e sociais da Colômbia preparam uma grande greve nacional para o 25 de abril em defesa do Acordo de Paz e em rejeição ao Plano Nacional de Desenvolvimento (PND) do Governo.
‘Vamos todos às ruas e estradas da Colômbia em defesa da vida, do território, da democracia, da paz’, expressaram em uma declaração uns 200 agrupamentos sindicais, estudantis e defensores dos direitos humanos.

Segundo o líder da Central Unitária de Trabalhadores (CUT), Fabio Arias, um dos objetivos da jornada de protesto será exigir que se sancione a lei estatutária da Jurisdição Especial para a Paz (JEP).

Outro dos reclamos é pedir ao Estado o cumprimento de acordos pactuados com diferentes setores e entidades, como os professores, estudantes, indígenas, pensionistas, camponeses e trabalhadores em geral.

A mobilização chamará também à modificação do projeto de PND para o próximo quatriênio, o que consideram acentuada a precariedade trabalhista e a desigualdade social na Colômbia.

Estimam os organizadores do protesto que o Plano Plurianual de Investimentos contemplado no PND é contrário ao interesse da maioria de colombianos.

Também o sindicato dos hospitais públicos manifestou sua preocupação frente a um artigo do PND que de se aprovado -assinalam- deixaria submetida a riscos financeiros a rede pública hospitalar a conduzindo a extrema fragilidade.

Omar Romero, porta-voz da CUT, opinou assim mesmo que o Plano Nacional de Desenvolvimento atenta contra o direito ao trabalho e restringe os direitos às pensões.

A Colômbia atravessa por uma agudização do protesto social, demonstrada na Minga Indígena que cumpre nesta quarta-feira 23 dias em defesa de direitos ancestrais dos 102 povos originários que habitam no país.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Relacionadas