Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Cresce o número de denúncias dos trabalhadores do Bradesco que sofrem ameaças por parte das diretorias do banco para que aumentem as metas de vendas de produtos.

Trabalhadores  e gerentes de agências do Bradesco em Brasília vem sofrendo sistematicamente ameaças e submetidos a assédio moral para que extrapolem as metas pré-estabelecidas para cada funcionário. Segundo as denúncias os bancários responsáveis por carteira de clientes são muitas vezes obrigados a fazer mais de 200 ligações para os mesmos, além das suas atribuições de rotina. Foi criado um sistema pelo banco de monitoramento para verificar se realmente os clientes estão recebendo as ligações, se houver duas ocorrências de não realização das ligações o funcionário é automaticamente penalizado. Os trabalhadores reclamam que o sistema é falho, que muitas das vezes o cliente, mesmo sendo contatado, responde através do SMS que não houve contato prejudicando o funcionário.

Os banqueiros, grandes financiadores do Golpe de Estado no país, estão promovendo um gigantesco ataque aos trabalhadores para aumentar cada vez mais os seus lucros. Demissões em massa, arrocho salarial, fechamento de agências, assédio moral, etc., essa é a realidade para os trabalhadores bancários.

Os trabalhadores não devem aceitar mais essa arbitrariedade dos banqueiros. É necessário organizar imediatamente em toda a categoria uma reação para barrar as ofensivas dos banqueiros e derrotar a sua política de ataques aos trabalhadores.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas