Trabalhadores denunciam assédio moral em mais uma agência do Bradesco em Brasília

protesto_assedio_bradesco_180508-012

Mais uma agência do Bradesco em Brasília (DF) é denunciada pelos trabalhadores por assédio moral

Os chefetes, capachos da direção golpista do Bradesco, estão a todo o vapor no que se refere ao quesito assédio moral nas agências para que os trabalhadores cumpram as metas determinada pelas superintendências do banco.

O caso está acontecendo em uma das agências localizada numa cidade satélite da Capital Federal, Taguatinga, onde as denúncias não são de apenas um ou dois casos, são vários trabalhadores que reclamam da situação que estão sendo submetidos para que aumentem a produtividade na venda de produtos, para que a agência atinja a meta e manter o seu posicionamento no ranking estabelecido pela direção da empresa. Os trabalhadores denunciam que a pressão vem até mesmo via mensagem no aparelho celular, um verdadeiro absurdo.

As denúncias dos trabalhadores de Taguatinga se somam aos milhares feitas pelos mesmos motivos no país inteiro. Há, por parte dos banqueiros, uma gigantesca ofensiva de ataques aos trabalhadores para aumentar cada vez mais os seus lucros.

Os trabalhadores não devem aceitar as arbitrariedades dos banqueiros. É necessário organizar imediatamente em toda a categoria uma reação para barrar as ofensivas dos banqueiros e derrotar a sua política de ataques aos trabalhadores.