Expostos ao coronavírus
Os trabalhadores afetados pela doença devem ter assegurados licença paga e não sejam demitidos, bem como as empresas trabalhem em turnos, evitando aglomerações
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Captura de Tela 2020-03-19 às 16.44.10 (1)
Protesto dos trabalhadores da Vivo. Foto: Reprodução/Twitter Mateus Ferreira |

Da redação – Trabalhadores de call center da Oi e da Vivo em Goiânia protestam na tarde desta quinta-feira (19) contra as condições subumanas as quais estão expostos. Segundo denúncias, vários funcionários estão com suspeita do novo coronavírus e mesmo assim as empresas os obrigam a trabalhar.

O protesto dos funcionários da Oi ocorreu na BR-116, enquanto que o dos empregados da Vivo foi na Rua 136. Seriam mais de 10 mil funcionários nessas duas empresas e suas prestadoras de serviço de call center, expostos à pandemia sem que elas não façam absolutamente nada.

É preciso lutar para que os trabalhadores afetados pela doença tenham assegurados licença paga e não sejam demitidos, bem como as empresas trabalhem em turnos, de modo que os trabalhadores não se aglomerem nos locais de trabalho.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Relacionadas