Menu da Rede

Anterior
Próximo

Trabalhadores contra Piñera

Trabalhadores da saúde entram em greve no Chile

Trabalhadores da saúde entraram em greve e realizaram manifestações nas ruas de várias cidades pelo país, buscando não terem perdas salariais em plena pandemia.

Tempo de Leitura: < 1

Mobilização dos trabalhadores da saúde em Valparaíso nesta quarta (16). – Foto por: reprodução.

Publicidade

Médicos e demais trabalhadores da saúde, realizaram uma paralização com protestos nas ruas de Santiago do Chile, na manhã desta quarta (16). Os sindicatos denunciam que as propostas do governo são apenas de um reajuste gradual de 2,7% para quem recebe o equivalente a até 2 mil dólares e 0,8% para quem recebe até 4.000 dólares, o que significa perda de poder aquisitivo frente aos números da economia do país. Denunciam ainda a redução de 50% no bônus de férias.

Médicos, enfermeiros e técnicos afirmam que permanecerão em greve, visto que as negociações com o governo de Sebastián Piñera não avançaram, afirmando que buscarão o congresso nacional também para atender às suas reinvindicações.

Os trabalhadores, mostram sua indignação por serem ignorados pelo governo, mesmo arriscando suas vidas na linha de frente do combate à COVID-19.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Mais Lidas
[wpp range="last24h" limit="3"]
NA COTT

"Fora Bolsonaro": debate entre Rui Costa Pimenta e Breno Altman - Universidade Marxista nº 408

0 Visualizações 32 minutos Atrás

Watch Now

Send this to a friend