Trabalhadores da Caixa Econômica fazem manifestação contra a política de privatização do banco no governo golpista

caixa 100% publica

Na última sexta-feira (26) os bancários de todo o país, da Caixa Económica Federal, realizaram manifestações, como parte da luta contra a privatização do único banco 100% público, no Dia Nacional de Luta em Defesa da Caixa.

A manifestação teve como tema principal a luta contra o fatiamento do banco, proposta pelo governo fraudado e capacho de Trump, Bolsonaro, que marcou para o próximo dia 9 de maio o leilão para a concessão da Lotex (Loteria Instantânea Exclusiva) do banco, e entregar um patrimônio do povo brasileiro nas mãos dos capitalistas estrangeiros, principalmente dos países imperialistas, norte americanos e europeus.

A Lotex da Caixa é um dos setores de maior rentabilidade para o banco chegando a ter um faturamento anual de mais R$ 12 bilhões. Esse é um dos motivos da concessão da Lotex: entregar o patrimônio nacional por uma mixaria para os abutres capitalistas, principalmente os norte-americanos. Além disso, com o fatiamento dos ativos da Caixa, a direita golpista pretende colocar em prática a privatização do banco, também de olho em outros setores, tais como os recursos do FGTS na ordem de R$ 300 bilhões, seguradora, etc.

Os bancários da Caixa estarão realizando, até o dia 08 de maio, manifestações diárias contra os ataques da direita golpista às empresas estatais, e particularmente contra a privatização do banco. Dia 09 de maio, data para a realização do leilão da Lotex, está marcado um novo Dia de Luta em Defesa da Caixa que visa barrar a ofensiva do governo neoliberal/fascista, Bolsonaro, com a entrega do patrimônio dos trabalhadores e de todo o povo brasileiro para beneficiar meia dúzia de capitalistas sanguessugas estrangeiros.