Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
DSC_0074
|

Os constantes acidentes de trabalho em frigoríficos no Brasil são a rotina dos funcionários, devido ao descaso dos patrões.
Desta vez, as vítimas foram três trabalhadores que pintavam as paredes de um frigorifico, na cidade de Apucarana, no estado do Paraná. Eles caíram de uma altura de seis metros quando um cabo do elevador de serviço se rompeu e os pintores caíram. Todos tiveram fratura, (dois fraturaram um dos pés e o terceiro, os dois pés), segundo o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), o acidente se deu no sábado, dia 13 de julho. Por sorte, nenhum veio a falecer.
O acidente dos funcionários do frigorífico não é um caso isolado, mas o cotidiano do setor industrial que tem o maior índice de acidentes e doenças ocupacionais que, com grande frequência, são seguidos de mortes.
Sendo um dos mais recentes, um jovem trabalhador do frigorífico Bello Frango de Eldorado, cidade do Mato Grosso do Sul, que sofreu acidente, mas não teve a mesma sorte dos três trabalhadores de Apucarana.
Para se ter uma ideia da tragédia anunciada no país, o número de mortos em acidentes é de aproximadamente 54 trabalhadores diariamente e, nos últimos sete anos foram mais de 800 mil acidentes e doenças, conforme dados do Ministério Público do Trabalho (MPT) e o Instituto Nacional de Seguro Social (INSS). Ou seja, os patrões fazem de tudo para manter seus altos lucros, mesmo tendo que destruir uma gama enorme de trabalhadores.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas