Fora Doria
No Brás, bairro de São Paulo, os ambulantes cansados com a truculência da polícia, revidaram colocando os agentes para correr.
3685135_x720
Trabalhadores ambulantes. |

No último dia 19, ambulantes colocaram vários policiais para correr na região do Brás, bairro central de São Paulo. O motivo do protesto foi a rotineira ação criminosa da Prefeitura, que confisca as mercadorias dos ambulantes que trabalham nas ruas do Brás.

Segundo os ambulantes, as ações de confisco são cada vez mais frequentes. Cada vez que uma mercadoria é apreendida, os ambulantes precisam pagar uma multa para poder reaver os seus produtos.

Para os tucanos, que administram o estado de São Paulo há mais de vinte anos, os trabalhadores que tentam sobreviver em meio à falta de emprego – que, lembremos, foi gerada pelo golpe de Estado, levado à cabo por empresários que estavam sabotando a economia – devem ser presos, criminalizados, colocados como “ilegais”.

Morrendo de fome, morando em barracos, os trabalhadores mais carentes tentam sobreviver da forma que podem, vendendo produtos diversos, muitos desses conhecidos popularmente como, “do Paraguai”, e, agora, serão penalizados por trabalhar.

Estamos vendo a cada dia mais pessoas nessa situação, nas capitais de São Paulo, do Rio de Janeiro, são milhões de pessoas vendendo água, refrigerante, lanches rápidos etc.

Os ambulantes devem se organizar para atacar a PM que vai roubar suas mercadorias, os trabalhadores devem criar comitês de auto-defesa para se defender da Policia e dos fiscais. Essa ação dos ambulantes deve ser o padrão e não a exceção. É preciso, também, que toda a população se organize para pôr fim ao governo truculento e inimigo do povo do PSDB. Fora Doria!
Relacionadas