Morte em frigorífico
No último dia 18 de novembro, o jovem trabalhador do frigorífico JBS/Friboi é esmagado e morto após queda de silo… este é o dia a dia catastrófico dos trabalhadores
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
jbs-friboi - ms - 08-10-2019
Totem com logotipo do frigorífico JBS/friboi |

Rodrigo Mello Cavalheiro, 23 anos, este trabalhador foi esmagado quando da queda de um silo, em frigorífico do grupo JBS/Friboi na Vila Mattos, bairro da cidade de Passo Fundo, município do Estado do Rio Grande do Sul.

Por pouco que o padrasto do jovem trabalhador também não morreu, pois teve que ser retirado do local em estado de choque.

Uma das principais causas desses acidentes são, em primeiro lugar, a desconsideração dos patrões para com seus funcionários, no que diz respeito às péssimas condições de trabalho e falta de manutenção de equipamentos e, neste caso resultou em mais uma das diversas vítimas fatais.

As causas do acidente ainda não foram identificadas e o corpo do jovem foi retirado do local em um delicado trabalho do Corpo de Bombeiros local, pois havia o risco de queda da estrutura.

O jovem trabalhava há dois anos na empresa, ele era casado e pai de um bebê e morador de um local próximo ao da empresa onde aconteceu o acidente. (O Diário da Encosta da Serra – 18/11/2019)

O desleixo dos patrões como no caso do grupo JBS/Friboi, quanto às questões de segurança, saúde em suas empresas, o que são rotineiros, pois visam única e exclusivamente o lucro em detrimento de seus funcionários.

É necessário a organização dos trabalhadores nas fábricas para se impor contra tamanhas atrocidades, através de greves com ocupação das fábricas até que sejam solucionadas as irregularidades.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas