Torcida em apoio a greve
Contra os ataques ao futebol de um dos maiores clubes de futebol do país, o Cruzeiro de Belo Horizonte, seus torcedores entram na luta na defesa de funcionários e atletas
cruzeiro (1)
Torcida Fanati Cruz na luta com jogadores e funcionários | Foto: Reprodução
cruzeiro (1)
Torcida Fanati Cruz na luta com jogadores e funcionários | Foto: Reprodução

Em nota oficial, uma torcida Fanati-Cruz saiu em defesa da ‘greve’ feita por atletas do clube na última terça-feira, dia 12, com os atletas não se dirigindo para a concentração. A greve se realizou na véspera da 34ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, quando a equipe enfrentou o Oeste.

Como resultado da total falta de tranquilidade, o Cruzeiro perdeu por 1×0 e viu a chance do retorno a série A, do Campeonato brasileiro em 2021 praticamente ser enterrada. O domínio do jogo foi amplo pela equipe do Cruzeiro, mas a intranquilidade de atletas e funcionários que tem mais de 3 meses de salários atrasados afeta a todos. As estatísticas do jogo mostram a vontade dos atletas, o cruzeiro finalizou 17 vezes contra a meta do clube paulista, contra 6 do Oeste. Das finalizações cruzeirenses 6 foram no gol, já a equipe do Oeste apenas 2, sendo um deles o gol. A equipe azul trocou 532 passes, contra 241 do Oeste, tendo 70 % de toda a posse de bola no jogo. Mas na hora de decidir, a influência psicológica da insegurança afetou os atletas cruzeirenses, que lutaram, mas não conseguiram resultado melhor.

Há alguns dias o técnico Felipão que tirou a equipe da zona do rebaixamento para ocupar a posição intermediária da tabela também se mostra totalmente incomodado com a situação. A insatisfação no vestiário é grande, os jogadores não tem como manter o foco na competição sem segurança em relação ao futuro. Sem qualquer satisfação da diretoria ao elenco, cabe ao treinador acalmar os ânimos na Toca da Raposa. O grupo celeste exige o pagamento dos mais de três meses sem salários, sendo parte dos vencimentos de outubro e a íntegra de novembro, dezembro e o 13º salário, além da ausência de um prazo da diretoria para resolução das obrigações trabalhistas.
Apesar disso a Torcida Fanati Cruz mantém seu apoio aos atletas e funcionários do clube e culpam corretamente a diretoria celeste por não ter ‘cumprido a palavra dada’ a respeito de pagamentos em dia.

A realidade do clube Azul Celeste é resultado da destruição do clube por dirigentes e capitalistas sanguessugas do patrimônio futebolístico do Cruzeiro, clube que revelou grandes craques do futebol nacional, como Dirceu Lopes, Tostão e Ronaldo Fenômeno, além de centenas de outros craques. Clube que conquistou por quatro vezes o Campeonato Brasileiro de Futebol (1966 / 2003 / 2013 e 2014) tornando-se tetracampeão e sendo o único campeão fora do eixo RJ-SP na era dos pontos corridos. Parte da saída do Cruzeiro desta crise passa pela mobilização das torcidas organizadas e progressistas do clube que não aceitam a situação de destruição do clube causada pelas aves de rapina do futebol.

Relacionadas
Send this to a friend