Futebol “Moderno”
Arbitro de vídeo anula dois gols do Fogão na derrota de 2 a 0 diante do Internacional e gera mais uma polêmica
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
jogo-entre-botafogo-e-inter-termina-com-aparelho-do-var-derrubado-apos-chute-do-goleiro-gatito-1598740511500_v2_1280x720
Equipamentos do VAR derrubados pelo goleiro botafoguense Gatito Fernandez | Foto: Reprodução

Já há cerca de dois anos o Partido da Causa Operária vem criticando por meio de sua imprensa, principalmente em seu programa futebolístico “Na Zona do Agrião”, a fraude do arbitro de vídeo, o VAR (Video Assistant Referee, em inglês), que passou a ser implementado sobretudo a partir da Copa do Mundo de 2018. Naquela ocasião, o partido já denunciava que tal recurso tecnológico seria utilizado no campeonato mundial com o objetivo de manipular com mais facilidade o placar dos jogos para prejudicar as seleções dos países atrasados, sobretudo a seleção brasileira, uma das seleções favoritas a conquista do título mundial naquela edição, e garantir de tal maneira  a vitória das seleções dos países europeus imperialistas, como a França (que ganhou a competição), Inglaterra e Bélgica.

Com ar crítico e, ao mesmo tempo, humorístico, a sigla VAR aqui no Brasil passou a significar pra muito torcedores “Video para Arranjar Resultado” ou “Vídeo para Ajudar os Ricos”, mostrando que o VAR não tinha pretensão alguma de tornar o jogo mais justo, e sim favorecer os times maiores ou o time no qual a burguesia esteja interessada em ver ganhar.  A série de polêmicas em torno do VAR acaba de ganhar mais um capítulo, e desta vez as reclamações vem da parte do time do Botafogo. 

Em jogo realizado no estádio Nilton Santos contra o Internacional, válido pela 6ª rodada do campeonato Brasileiro, o Fogão foi derrotado pelo clube colorado pelo placar de 2 a 0. A partida poderia ter um final diferente se não fossem os dois gols marcados pelo time da estrela solitária que foram anulados pelo árbitro de vídeo. No primeiro tempo, o gol do atacante Matheus Babi foi anulado por impedimento. Já na segunda etapa, a suposta falta cometida por Matheus Babi no começo do lance que resultou no gol do meio-campista Bruno Nazário foi a razão do anulamento do gol, apesar de na interpretação do juiz o gol ter sido legal. O jogador lamentou o gol anulado, vendo prejuízo contra o alvinegro carioca.  Após o fim da partida, na saída do gramado, o goleiro botafoguense Gatito Fernandez, revoltado com o prejuízo que a sua equipe teve, chutou o totem do VAR, derrubando o monitor e deslocando a  estrutura de acrílico. 

Na sequência, sobraram reclamações por parte da torcida botafoguense nas redes sociais. Em alguns desses protestos, foi denunciado que esta já foi, absurdamente, a 7ª vez em 5 jogos consecutivos que o VAR prejudica o Botafogo. Em outros protestos reclamou-se do exagero do árbitro de vídeo, que anula gol por qualquer motivo, e do fato do VAR acabar com o êxtase que o gol, momento mais importante do futebol e a razão de existir deste esporte, proporciona. Com a arbitragem de vídeo, hoje não se comemora mais o gol, mas sim o adversário dando a saída de bola no meio de campo.

O VAR é mais um sintoma do chamado Futebol “Moderno”, que submete o futebol aos interesses capitalistas, manifestada através de uma série de regras e padrões para tornar o futebol mais comercial e  palatável aos ricos, afastar do esporte tudo o que tiver a ver com as classes populares e acabar com toda espontaneidade que o ambiente de um jogo de futebol pode proporcionar. Esse fenômeno vai desde a modernização de estádios, que hoje se chamam arenas, com ingressos a preços nada acessíveis para os trabalhadores, até a imposição de toda uma absurda etiqueta que por exemplo, proíbe o torcedor de ficar em pé na arquibancada, o jogador de comemorar o gol abraçando a torcida ou dar um drible humilhante no adversário, somando-se a isto a lei abertamente ditatorial que proíbe manifestações políticas nos estádios.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas