Liminar
Presidente do STF considerou como ilegal a comissão composta para analisar o mérito do pedido
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
toffoli
Dias Toffoli | Foto: Mateus Bonomi/Agif/Estadão Conteúdo

Na última segunda-feira (27), o presidente do STF, Dias Toffoli, decidiu suspender o processo de impeachment do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), na Assembleia Legislativa (Alerj). Toffoli concedeu uma liminar a partir do pedido de suspensão feito na semana passada pela defesa de Witzel. Segundo a defesa, a eleição dos membros da comissão do impeachment foi ilegal porque os integrantes foram indicados pelos líderes das legendas e não conforme respectiva proporção partidária da Casa.

O processo de impeachment de Witzel é baseado na Operação Placebo, deflagrada pela Polícia Federal com apoio do presidente ilegítimo Jair Bolsonaro.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas