Toffoli diz que tirar matéria do ar “não é censura”

toffoli

Da redação – Nesta quinta-feira (18), o ministro do STF Dias Toffoli disse em entrevista à Rádio Bandeirantes que não foi censura tirar do ar uma matéria do site O Antagonista. Toffoli argumentou que “não se trata de censura. A Constituição fala em censura prévia e é clara quanto ao abuso no conteúdo divulgado”. Segundo Toffoli, a decisão de Alexandre de Moraes foi uma “proibição”, contra um “abuso no conteúdo divulgado”.

A reportagem tirada do ar referia-se ao próprio Toffoli. O STF abriu um inquérito com o pretexto de combater fake news para tirar a matéria do ar. O STF também foi atrás de usuários da Internet que fizeram postagens contra o tribunal, incluindo um general reformado, Paulo Chagas, candidato bolsonarista ao governo do Distrito Federal derrotado em 2018.

Embora Toffoli diga que não há censura, a “proibição” de uma publicação abre um precedente para o Judiciário “proibir” muitos outros conteúdos que circulam pela Internet. Neste momento, a briga é entre setores distintos da direita golpista, todos os lados desse disputa apoiaram o golpe que derrubou Dilma Rousseff em 2016. No entanto, em outro momento essas “proibições” podem se voltar contra as organizações dos trabalhadores e os partidos de esquerda.