Todo dia a previsão do crescimento do PIB fica menor: agora já foi para menos de 2%

pib

Embora tenha organizado a “vitória” eleitoral de Bolsonaro, que só foi possível com a retirada de Lula das eleições, a direita se encontra atualmente em uma grande crise. Conforme temos destacado em toda a imprensa do Partido da Causa Operária, um ponto chave para os golpistas controlarem a situação é que eles sejam capazes de encaminhar a economia.

A realidade, no entanto, é muito adversa. Uma matéria publicada no sítio G1 mostra a gravidade da crise. Além de todas as divisões internas e verdadeiras guerras dentro das instituições, a matéria dá conta de que a previsão de crescimento do PIB brasileiro diminui praticamente todo dia. A matéria diz que se trata da sétima redução consecutiva nesta previsão de crescimento, caindo agora para o patamar inferior à 2 %.

É de fato uma situação muito grave. Além do desemprego e do estrangulamento dos gastos estatais voltados para o bem estar social, agora vemos o PIB brasileiro despencando sistematicamente, o que significa que há cada vez menos gordura para a direita queimar. Um grande crescimento do PIB permitiria que houvesse algum excedente para aliviar os impactos da crise econômica. Isto significa que a tendência geral é que a crise política e econômica do governo continue se aprofundando.

Esta queda na previsão de crescimento do PIB brasileiro deve ser aproveitada pelos sindicatos e partidos de esquerda, enfim, pelos trabalhadores, que devem se mobilizar pelo “Fora Bolsonaro” antes que este governo consiga juntar os cacos e possa se consolidar.