Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
alexandre de moraes golpista
|

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, determinou na quarta-feira (30) uma multa para empresas transportadores de mais de 140 milhões de reais.

A decisão foi tomada por descumprir sua ordem de liberação de rodovias bloqueadas pela greve dos caminhoneiros.

Fica claro que o judiciário está mandando, desmandando, determinando a bel prazer o que deve, pode ou não ser feito… mesmo que o direito à greve seja garantido constitucionalmente. O judiciário golpista, e cada um de seus integrantes, não segue mais a constituição: são determinados pelas idéias que lhes são enviadas por golpistas estrangeiros e no caráter de golpistas nacionais.

Que fique claro: o ataque aqui é aos grevistas; as empresas, dependendo de com se alinham à política golpista, tem tudo perdoado em algum tempo.

Já o Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRTSP) determinou, também nessa quarta-feira (30), uma multa diária de 300 mil reais para o Sindicato Unificado dos Petroleiros de São Paulo (Sindipetro-SP), caso impeça o fornecimento de combustíveis a veículos essenciais da Prefeitura de São Paulo.

Sejamos claros: a população em geral pode apodrecer, ficar sem combustível, não conseguir nenhuma reivindicação, mas qualquer veículo considerado essencial (entendamos que isso é, na realidade, completamente subjetivo, afinal, o médico particular do prefeito Bruno Covas pode ser considerado essencial.

Oficialmente os veículos essenciais seriam: ônibus do transporte público, ambulâncias, caminhões de coleta de lixo e carros da Guarda Civil Metropolitana e da Polícia.

Porém, diversas pessoas e jornalistas independentes, filmaram veículos que não tem qualquer identificação oficial, tendo preferência nos abastecimentos.

A greve dos caminhoneiros tem recebido apoio e paralisação de taxistas, moto-taxistas, condutores de vans. É preciso que o sindicato dos condutores também entre em greve na capital paulista.

Notemos que o aparato repressivo do Estado, os assassinos legalizados da GCM e da PM estão com combustível para atacar qualquer mobilização. Combustível para a opressão não vai faltar; a não ser que a greve seja levada à cabo de forma firme.

Petroleiros devem se unir, todos os Sindpetros do país devem entrar em greve já! Apoio total à greve dos caminhoneiros. CUT deve chamar imediatamente para uma Greve Geral! É  hora de derrotar os golpistas, as tentativas do exército de comandar a situação e colocar uma legítima greve do povo, dos trabalhadores em marcha. Tomar as rédeas da situação.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas