Menu da Rede

Adquira o Jornal Causa Operária desta semana

Tiroteios em Liège – como sempre, a culpa é dos terroristas

Ontem, 28 de maio, estive em Bruxelas. Passei em frente à delegacia de polícia e reparei que os policiais estavam armados de metralhadoras. Não dei muita atenção, pois já vira o mesmo no aeroporto, semanas atrás. Mais tarde, soube que ocorrera um tiroteio em Liège, importante cidade da Valônia, que é a região de fala francesa da Bélgica.

Os jornais do país dizem que a hipótese mais provável é de terrorismo. Como sempre: é o que dá voto dizer.

Há que se considerar duas hipóteses. A primeira é de que se trata de uma forma de discriminação disfarçada contra os povos do Oriente, visto que o país recebe muitos imigrantes: Iraque, Síria, Marrocos, etc. A segunda, que se trata de uma forma de receber mais dinheiro da OTAN, que conta com base no país. Acusar terroristas por um ato de violência é desconhecer a situação em que centenas de milhares de refugiados da fome e das guerras imperialistas vivem na Europa.

A própria OTAN é responsável pela destruição dos países de origem desses imigrantes. Na verdade é apenas para isto que existe a OTAN: destruição. A ideia de dotar todos os países vizinhos à Rússia de mísseis, integrando a essa Organização os antigos membros do Pacto de Varsóvia, é algo feito com a desculpa de defender o Ocidente contra o Irã. É uma piada da qual riem os russos, pois sabem que o alvo é a Rússia. Mas, as provocações seguem. Provocações que servem como desculpa para entrar em guerra.

Os satélites da NASA fotografaram uma construção no deserto iraniano a qual tratar-se-ia de um local de construção de mísseis. Isso, por si só, serviria para reforçar a ideia de incrementar o poderio da Organização. Mas se trata de uma provocação. Uma amneira de desviar a opinião pública de saber qual é o verdadeiro alvo, ou seja, a Síria.

Com a derrota militar da Organização e dos Estados Unidos nos combates na Síria, e a intervenção russa no país, as forças imperiais precisariam de novas desculpas para continuarem a agir na região. Então, entram em cena novos locais de fabricação de armas de destruição em massa e ataques terroristas. Tudo para justificar a ação das forças de “defesa da democracia e da liberdade”. Ações essas que são sempre desmedidas e acabam por transformar os países “defendidos” em verdadeiros escombros. Veja-se o que aconteceu no Iraque e na Síria.

Mas, agora, chegou a vez da Venezuela. A pilhagem ao petróleo do país é uma das prioridades dos Estados Unidos. Por isso, colocou a Colòmbia, país vizinhoda Venezuela, na OTAN. Quando será a vez do Brasil entrar para essa organização de criminosos?

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores
O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Cultura

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.