Trama golpista no Equador
Um ex-agente de inteligência do Equador denuncia que foi pressionado a acusar falsamente o ex-presidente Rafael Corrêa, e também aponta que o caso foi forjado
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Rafael-Correa
Ex-presidente do Equador, Rafael Corrêa, nesse momento auto exilado na Bélgica. | Foto: Reprodução

Nesta segunda-feira (31) um ex-agente de inteligência do Equador, Luis Raúl Chicaiza, denunciou que foi pressionado a apresentar falsas acusações contra Rafael Correa no caso Balda. Chicaiza disse em entrevista coletiva na Argentina que foi obrigado a acusar o ex-presidente do Equador para evitar nove anos de prisão, afirmou ainda que por envolver Rafael Correa na tentativa de sequestro de Balda, a justiça lhe ofereceu “segurança, reinserção trabalhista e cargos públicos para meus familiares” o que segundo ele não foi cumprido.

Em 2012, Fernando Balda, opositor de Rafael Corrêa sofreu uma suposta tentativa de sequestro frustrada na Colômbia. Chicaiza, foi condenado à pena de um ano e nove meses. Após cumprir 70% de sua pena, agora em agosto, pediu asilo politico na Argentina, sua atual residência.

O ex-agente fala que o caso é uma situação tramada entre Lenin Moreno o atual presidente do Equador, Fernando Balda, e com o procurador geral do Estado, Paúl Pérez Reina, junto com Julio César Trujillo quem nomeou Pérez Reina como promotora responsável pelo caso, assim como a atual procuradora responsável, Diana Salazar.

Chicaiza disse ainda que nos próximos dias irá revelar documentos e arquivos audiovisuais que compravam suas denuncias.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas