Mais uma arbitrariedade
A cada dia se comprova que a Lava Jato não passa de uma operação inconstitucional de perseguição política, por isso todos os processos contra Lula devem ser anulados e ele liberto
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Brasília- DF 06-07-2017 Presidenta, Gleisi Hoffmann, durante  primeira reunião do novo Diretório Nacional do PT. reunião. Presidente Lula. Foto Lula Marques/Agência PT
Lula denunciou ação criminosa da PF. Foto: Lula Marques/Agência PT |

Da redação – A Polícia Federal, às 6h da manhã da última terça-feira (05), invadiu a cela onde o ex-presidente Lula está preso, na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba.

A denúncia foi feita pelo próprio líder petista, em entrevista ao jornalista Eduardo Guimarães, editor do Blog da Cidadania, na quarta-feira.

Os agentes fascistas invadiram a cela de Lula para entregar uma intimação a fim de que o ex-presidente depusesse às 10h do mesmo dia em ação que tentou prender a também ex-presidenta Dilma Rousseff. A PF havia pedido a prisão de Dilma, bem como a do seu ex-ministro, Guido Mantega (PT), e do ex-presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB). Entretanto, o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, relator da Lava Jato no STF, negou o pedido.

Lula chamou a invasão criminosa de “palhaçada”. “Você acredita que entraram ontem na cela que eu estou 6 horas da manhã? Como se tivessem fazendo uma coerção!”, denunciou.

A cada dia aparecem fatos novos que provam de maneira indiscutível que a Lava Jato é uma operação absolutamente criminosa e ilegal, com o único objetivo de perseguição política para prender aqueles que, de uma forma ou de outra, representam um obstáculo para o domínio do imperialismo no Brasil.

Todos os dias fica cada vez mais evidente que Lula é um preso político, vítima do golpe de Estado e das arbitrariedades da Lava Jato. Por isso, todos os processos contra ele devem ser anulados e ele deve ser libertado imediatamente. Porém, não será o Judiciário que libertará Lula, como já foi comprovado diversas vezes. Somente a intensa mobilização popular poderá garantir os direitos políticos de Lula e a sua liberdade e é por isso que a esquerda deve organizar o movimento da população para sair às ruas, de maneira frequente e radical, pela liberdade do ex-presidente.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas