Tchutchuca dos banqueiros, Guedes ameaça parar o pagamento do Bolsa Família em setembro

paulo guedes

O ministro da Economia do governo ilegítimo de Jair Bolsonaro, Paulo Guedes, tentou chantagear o Congresso Nacional nesta quarta-feira (14). Na audiência da Comissão Mista de Orçamento (CMO), a “tchutchuca” dos banqueiros pediu aos deputados que aprovassem um crédito suplementar de R$248 bilhões ou os pagamentos do governo serão travados porque o Executivo não teria mais recursos para repassar.

Segundo Guedes, se o Congresso não aprovar o crédito, os pagamentos de subsídios param em junho, de benefícios assistenciais em agosto e, do Bolsa Família, em setembro. A outra alternativa, segundo ele, seria o governo se endividar ainda mais para fazer esses pagamentos, o que ele diz que “não faz sentido”. Por fim, ele ainda diz que a não-aprovação do roubo da Previdência é que coloca o país nessa aperto orçamentário.

O que fica difícil de compreender é como um governo que está disposto a entregar para o capital o nosso pré-sal, a Petrobrás, os Correios, Casa da Moeda, Base de Alcântara, Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Eletrobras e tantas outras empresas brasileiras e riquezas naturais do país fica agora mendigando recursos para auxiliar os setores mais necessitados da população. Diante dos banqueiros e dos grandes capitalistas, Paulo Guedes não fica fazendo miséria com recursos, mas para os mais pobres, ele prega a austeridade. É sabido que a economia que seria feita com o corte desses programas de assistência para o povo seria ínfima, enquanto o pagamento da dívida para os bancos “come” metade do PIB do país.

Além disso, não é a primeira vez que os golpistas fazem essa chantagem com relação à aprovação da reforma da Previdência. Querem fazer de tudo para permitir que os banqueiros possam botar a mão na aposentadoria dos trabalhadores e passam a fazer essas ameaças criminosas ao Congresso e ao povo.

A população deve se mobilizar para a derrubada desse governo golpista entreguista que procura cortar tudo que é para o povo para sustentar a rapina que imperialismo faz no país. Agora, mais do que nunca, é o momento de gritar “Fora Bolsonaro” e “Liberdade para Lula”, a fim de parar com todos os ataques vindos dos golpistas.