Tarefa do momento para os professores: estudar, enfrentar e derrotar o fascismo

15557058630817279227039806817933

Os ataques fascistas na educação se ampliam cotidianamente, assassinatos em massa, como na escola de Suzano, agressão e prisão de professores por forças policiais dentro das escolas, agressões por elementos direitistas de comunidades escolares aos mestres, escolas militarizadas, intimidação de professores através de redes sociais, entre dezenas de outros exemplos. É necessário dar um basta a toda essa situação. Para isso o Partido da Causa Operária e os Comitês de luta contra o golpe de Estado por todo país estão chamando os trabalhadores a estudar e a agir contra o fascismo.

Baseado no curso que o PCO que organizou em janeiro último “Fascismo: o que é e como combatê-lo”, durante sua 43ª Universidade de Férias, agora chama os trabalhadores, estudantes e professores, a lutarem contra o fascismo, antes que, assim como a história já mostrou ele acabe conosco.

Como forma de ampliar a luta e atingir mais interessados em conhecer a história do surgimento do fascismo e impedir o avanço da extrema direita no país, estamos organizando e realizando em dezenas de cidades versões resumidas do curso apresentado pelo companheiro Rui Costa Pimenta, com o objetivo de reproduzi-los em mais de 100 cidades. Assim convidamos a todos os professores e trabalhadores que se juntem a nós nesta luta e organizem debates em suas escolas, bairros e comunidades, estamos disponíveis para ampliar a luta junto com vocês.

As primeiras rodadas aconteceram em 13 e 14 de abril nas capitais de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Alagoas, seguido dos primeiros cursos municipais em 27 e 28 de abril, sendo o curso gratuito e aberto a qualquer pessoa, basta se inscrever no link.

Inscreva-se e acompanhe o Diário Causa Operária para saber em quais cidades o curso será apresentado. É uma oportunidade para se aprofundar no tema e aprender com os próprios militantes do partido que ministrarão os cursos regionais.