Tão fascista quanto: Ronaldo Caiado anuncia apoio a Bolsonaro

cms-image-000466874

Da redação – Velho conhecido dos trabalhadores do campo em Goiás, por sua política de violenta repressão, Ronaldo Caiado (DEM), “eleito” governador desse estado nas últimas eleições, afirma apoio ao candidato do PSL, Jair Bolsonaro, embora seu partido tenha se declarado neutro.

Membro de uma poderosa família goiana, o então senador Ronaldo Caiado, tem ligação com escravocratas que em pleno século XXI submetem seus funcionários a condições análogas à da escravidão, segundo o MTE (Ministério do Trabalho e Emprego).

Um dos líderes da bancada ruralista no Senado e membro da UDR (União Democrática Ruralista), Caiado defende a violência contra trabalhadores membros de movimentos sociais, em especial membros do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) e foi um dos aguerridos defensores do decreto presidencial de Temer que acoberta o trabalho escravo no Brasil por meio da distorção de conceitos e da criação de obstáculos que dificultam a tipificação do crime.

O apoio que o fascista Bolsonaro recebe do não menos fascista Ronaldo Caiado, deixa claro que a direita está unida em torno de levar à população do campo e da cidade uma política de austeridade, perda de direitos democráticos e cruel repressão.

Para nos defendermos do avanço do fascismo precisamos nos mobilizar em comitês de auto-defesa junto aos sindicatos, organizações populares e no PCO.