Do IBGE para os militares
Após a mudança de formato para algo mais simples, o governo Bolsonaro tenta adiar o Censo pela segunda vez e assim esconder o verdadeiro desastre que está ocorrendo no país.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
censo (1)
Bolsonaro tenta esconder o desastre do seu governo adiando mais uma vez o Censo demográfico | Foto: Reprodução

O Censo demográfico, realizado de dez em dez anos pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) é um importante evento para os brasileiros terem uma melhor dimensão e compreensão da realidade dos lares dos trabalhadores. Por ser um levantamento bastante completo, o Censo é capaz de revelar muitas coisas que às vezes ficam ocultas aos olhos dos brasileiros, ou revelam também aquilo que o governo tem interesse de esconder da população. Com o governo golpista de Jair Bolsonaro, o Censo tem sido vítima de manobras para que o mesmo não seja executado, ou que seja feito com uma grande redução de informações coletadas.

Primeiro o governo fez um verdadeiro desmonte no Censo demográfico, fazendo alterações para que ele se tornasse o mais simples possível e com menos riqueza de informações, e agora o governo planeja pela segunda vez seu adiamento para que não seja realizado.

O ano de 2020 seria mais um ano de realização do Censo, mas com a desculpa da pandemia, o governo adiou para 2021, isso com as mudanças já realizadas no seu formato, mas agora o governo golpista coloca em discussão mais uma vez o seu adiamento para 2022, e o pior, que o orçamento destinado para o IBGE no Censo, cerca de R$2 bilhões, sejam transferidos para o ministério da Defesa, ou seja, para as mãos dos militares. O interesse do regime golpista é grande na questão de adiar cada vez mais o Censo demográfico, afinal essa seria uma forma de esconder o verdadeiro desastre que está sendo o governo de Jair Bolsonaro e o beneficiando com seu eleitorado e também mantendo falsas aparências com o resto dos trabalhadores. Apesar da tentativa, o caos social formado no governo Bolsonaro é impossível de esconder, onde temos uma grande massa trabalhadora desempregada (a população economicamente ativa desempregada é maior do que a empregada formalmente), além das milhões de pessoas que estão entrando para a linha da pobreza e continuam sem acesso a serviços básicos como luz, água e saneamento básico. Outro fator que beneficia Bolsonaro com o adiamento do Censo é que os dados coletados e apresentados servem de referência também para as políticas públicas, ou seja, estes dados podem determinar que é necessário a ampliação de programas sociais, determinar quantas pessoas ainda estão desamparadas pelo Estado, colocando o governo numa obrigação de atender essas demandas, coisa que não é do interesse golpista atender a população mais vulnerável, nem mesmo neste cenário combinado de pandemia e crise econômica.

Outro agravante da não realização do Censo é a destinação do dinheiro que originalmente seria do IBGE para o Ministério da Defesa. É mais uma forma de tentar garantir que a população se acomode diante de realidade existente, pois retira o direito dos trabalhadores de saberem o que está acontecendo e ainda irão utilizar o dinheiro para mais repressão ao povo diante de situação tão grave, o governo Bolsonaro nunca escondeu a sua preferência em beneficiar a ala militar e aos aparelhos repressivos do Estado. O que o governo tenta fazer é uma tentativa de camuflar aquilo que a maioria da população já sabe por que vive na pele, e sua tentativa de impedir que a população se volte contra isso é praticamente inútil. Jair Bolsonaro tenta esconder o desastre econômico, social, de saúde (com a pandemia) e todas as outras pastas que compõem o governo e que até agora só foram ladeira abaixo com a sua péssima administração para com os trabalhadores, que só beneficiaram os militares e a burguesia. O governo de Jair Bolsonaro deve ser derrubado pela mobilização popular, para que nada mais seja ocultado e restringido da população, sejam as informações da sua realidade ou o direito de buscar os seus direitos para uma sociedade mais justa com a classe operária.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas