Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
ben ari
|

Da redação – Nesta segunda-feira (18), a Suprema Corte de Israel impediu a participação de Michael Ben-Ari, do partido Poder Judeu, nas eleições nacionais do próximo dia 9 de abril. Ben-Ari se encaminhava para fazer parte da coligação do Likud, partido do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, que tenta se manter no poder depois de uma década continuamente à frente do governo. A procuradoria-geral considerou que as acusações de “racismo anti-árabe” contra Ben-Ari são verdadeiras. A Corte também decidiu que o Partido Árabe poderá participar das eleições. Os árabes são 20% da população de Israel, apesar das remoções, deslocamentos em massa e da cidadania de segunda classe.

Anteriormente, o Comitê Central Eleitoral havia rejeitado a participação do Partido Árabe e aceitado a participação de Ben-Ari, indicando a inclinação fascista do governo de Netanyahu.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas