Sul de Minas Gerais faz campanha contra o golpe nas escolas

meme - fora bolsonaro3

Nessa sexta-feira, dia 23 de novembro, no sul de Minas Gerais foi realizada panfletagem do jornal Educadores em Luta, colagem dos cartazes “Abaixo a escola com fascismo” e “Fora Bolsonaro, Liberdade para Lula”.

Nos últimos meses, o golpe para conseguir se impor através da fraude eleitoral aumentou a censura e ameaças de todos os tipos nos espaços estudantis. Em contrapartida, tem crescido em todo País campanha contra o golpe nas universidades e escolas. Ou seja, as atividades dos comitês de luta contra o golpe têm se intensificado.

No último dia 23, o Comitê de Luta Contra o Golpe – Alfenas/MG realizou no período matutino e vespertino campanha contra o golpe no bairro Pinheirinho. Dentro e fora da Escola Estadual Padre José Grimminck foi distribuído panfleto denunciando a perseguição aos professores e estudantes e chamando toda a comunidade escolar a se unir contra a “escola com fascismo”, nome do real significado da “escola sem partido”.

Na mesma região, foram colados os cartazes que alertam que a situação política atual é de continuação do Golpe de Estado, iniciado em 2016. Os golpistas dominando totalmente as instituições fizeram uma enorme pressão para que o principal candidato não participasse da eleição, Luiz Inácio Lula da Silva, aquele que sempre apresentou intenções de voto suficientes para ganhar no primeiro turno. Foram colados também cartazes reforçando o disque solidário aos professores que se sentirem ameaçados e censurados. Sendo (11) 972446304 o número nacional e (31) 98302-3778 o número do estado de Minas Gerais.

Formar e engrossar comitês de luta contra o golpe nas escolas e universidades. E concentrar toda essa ativa força na II Conferência de Luta Contra o Golpe em São Paulo, nos dias 8 e 9 de dezembro.