Censura no esporte
A jogadora de vôlei de praia que se expressou contra o atual governo ilegítimo e fraudulento pode sofrer punição pelo “fora Bolsonaro”

Por: Redação do Diário Causa Operária

De acordo com site de noticias Uol, a denuncia apresentada pela subprocuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) contra a jogadora de vôlei de praia Carol Solberg pede que a atleta seja condenada pela penalidade máxima o que pode levar a multa de R$ 100 mil e a suspensão de seis torneios.

Carol Solberg foi denunciada em dois artigos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD): o 191 — deixar de cumprir o regulamento da competição — e o 258 — assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva não tipificada pelas demais regras do código. Pelo primeiro a multa pode chegar a R$ 100 mil, e o segundo pode levar a suspensão de até 6 partidas.

 

 

Send this to a friend