Desembargadores na mira do STF
Nesta segunda-feira, 14, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) ordenou a prisão de duas desembargadoras do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA), por venda de sentenças.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
policia_federal_1280x720
Polícia Federal em operação | Reprodução

Nesta segunda-feira, 14, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) ordenou a prisão de duas desembargadoras do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA), por venda de sentenças. Parte da Operação Faroeste, a ordem do ministro Og Fernandes é resultado da investigação de um esquema de venda de sentenças no tribunal baiano.

Ademais, a Polícia Federal investiga possíveis crimes envolvendo corrupção ativa e passiva, lavagem de ativos, evasão de divisas, organização criminosa e tráfico de influência. Nesse contexto, serão cumpridos 36 mandados de busca e apreensão em quatro cidades baianas e em Brasília. Contudo, já foi prolatada a prisão temporária das desembargadoras.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas