Rio de Janeiro
Governador está afastado desde a sexta-feira (28)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
RJ - OPERAÇÃO PLACEBO/RIO/WITZEL/ARQUIVO - POLÍTICA - Foto de arquivo de 26/12/2019 do   governador do Rio de Janeiro, Wilson   Wiztel   (PSC). A Polícia Federal (PF) cumpre mandado de busca na manhã desta terça-feira,   26, no Palácio das Laranjeiras, residência oficial do governador do Rio, Wilson   Witzel. A ação faz parte da Operação Placebo, desencadeada para apurar indícios de   desvios de recursos públicos destinados ao atendimento do estado de emergência de   saúde pública do coronavírus no Estado do Rio de Janeiro.   26/12/2019 - Foto: WILTON JUNIOR/ESTADÃO CONTEÚDO
Wilson Witzel | Foto: Reprodução

Na tarde desta quarta-feira (2), o Supremo Tribunal de Justiça (STJ) deverá julgar, de maneira definitiva, o afastamento de Wilson Witzel (PSC), governador do Rio de Janeiro. Witzel está afastado por liminar desde a sexta-feira (29), quando Benedito Gonçalves, ministro do STJ, determinou seu afastamento. Witzel está sendo investigado por supostos desvios na saúde e é um dos adversários políticos do presidente ilegítimo Jair Bolsonaro.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas