Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
stf
|

Na última quinta-feira (6), o Supremo Tribunal Federal (STF) tomou mais uma decisão que escancara o caráter arbitrário do regime político golpista. A decisão, que contou com ampla maioria no tribunal, permitiu a venda de empresas subsidiárias de estatais sem a autorização do Congresso.

A decisão é uma vitória do governo golpista de Jair Bolsonaro, que procura estabelecer um regime em que possa entregar o patrimônio nacional com a maior fluidez possível. Embora a venda de estatais ainda precise de autorização do Congresso, todas as 88 subsidiárias que pertencem à União poderão ser liquidadas apenas com uma canetada do presidente ilegítimo.

Para que se tenha uma ideia do efeito da decisão do STF, a diretoria da Petrobras, que está nas mãos dos golpistas, sinalizou que pretende vender praticamente todas as suas subsidiárias. A Transportadora Associada de Gás (TAG), que é uma subsidiária da Petrobras, deve ter 90% de suas ações vendidas, agora que o Congresso não precisa mais autorizar a privatização.

O caráter entreguista dos governos golpistas já estava evidente desde quando se desenhava o golpe contra Dilma Rousseff. Os capitalistas promoveram um golpe de Estado no Brasil justamente para saquear todas as riquezas da população.

Além de ser pró-imperialista, a decisão do STF é completamente antidemocrática. Afinal, o Judiciário não tem qualquer direito de limitar as ações do Congresso – trata-se, portanto, de uma decisão ditatorial.

Diante de mais esse golpe contra os trabalhadores e setores democráticos, é preciso ampliar a mobilização contra a direita golpista. É preciso colocar pessoas nas ruas ininterruptamente sob as palavras de ordem da luta contra o golpe: Fora Bolsonaro, Liberdade de Lula e Eleições Gerais já!

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas